Sonhos do dia e Sonhos da Noite

Quer entender o que anda sonhando de noite? Será que tem a ver com o sonho do dia? Esse texto vai te explicar e tem um exercício ao final para você saber e interpretar melhor.

Bom, desde o começo do Dream’NGO geralmente quando falo que trabalho com sonhos as pessoas perguntam: Sonhos da noite? Que legal. Lá em 2013 eu ainda insista em falar que não, são sonhos “acordados”. Porém após alguns anos tenho muita confiança que sim. Está tudo conectado. Já não sei muito bem a diferença entre um e outro. Sonhos da noite sempre foi um enigma para mim, pois como sou sonâmbulo, imagina alguém virar para você no café da manhã e falar: Você acordou ontem a noite de novo e de olhos abertos. Conversamos um pouco e depois voltou a dormir. Eu não me lembrava de nada, era muito estranho.

Essa ideia de sonhos da noite ficou enterrada até ano passado quando esse assunto voltou a tona. A primeira grande “sacada” que tive sobre sonhos da noite foi quando assisti um documentário sobre física quântica e evolução descobri que quando fechamos os olhos e imaginamos e quando abrimos e vemos estimulamos a mesma área do cérebro. Logo é possível concluir que ver e imaginar pode ser a mesma coisa!!??? Isso me fez pensar por algum tempo, sabe aquela história tipo Matrix sei lá. Porém sem acreditar, fui atrás de referências para provar tudo isso e achei o Armandinho, é tudo verdade.

foto1

Uma outra coisa que me marcou bastante era o comercial “ Faça um bom investimento no seu colchão pois na média você vai gastar 1/3 da sua vida. ” Galera, 1/3, UM TERÇO. É MUITO tempo. Não é possível que o sonho sirva somente para relaxar e entreter o cérebro. Que quando deitamos na cama queremos nos “desligar” para poder aguentar o dia seguinte. Não é possível que não tenha algo além disso.  Não é possível. Não acha?

Talvez deu uma acelerada aí no coração né. Tum tum, tum tum, tum tum.  Calma, respira, lembra que podemos ajustar sempre as coisas com nossa respiração. Bom, só faz sentido o que é sentido, então só tem um jeito de saber, colocando na prática: Feche os olhos e respire.

Gostaria que lesse, se possível verbalize a seguinte frase: “ As respostas para algumas angústias que tenho sentido está em meus sonhos da noite. ” Respira, tenta sentir o que está ecoando dentro de você? Como está se sentindo? Faz sentido?

Agora gostaria que você pegasse a carta que veio nesse envelope, provavelmente uma carta meio doida assim como alguns sonhos que já tivemos s e tente entender se faz sentido com algum sonho que você já teve. Serão 7 passos.

  1. Baseado nessa carta, relembre seu sonho com muitos detalhes. Sem relacionar com sua vida. Se essa carta não te lembra nada, invente um possível sonho mirabolante e coloque pessoas conhecidas se quiser. Só vire a página assim que terminar.
  2. Como toda boa história, agora dê um título para esse sonho.
  3. Como você se sentiu ao acordar? Essa sensação é quem melhor nos indica onde o seu sonho aponta. Se inventou a história, tente sentir porque contou ela desse jeito.
  4. Você reconhece alguma dessas pessoas ou situações na sua vida?
  5. De tudo isso o que pode acontecer na sua vida no futuro?
  6. O que você quer saber do seu sonho?
  7. Agora compartilhe com alguma amiga(o) essa experiência que você acabou de ter e já deixe uma intenção para falar com ela sobre sonhos da noite. Temos que compartilhar o máximo possível.

Na carta tem também os 7 passos em separado para andar na sua bolsa/carteira para conversar com alguém e compartilhar.

Por fim, passando um pouco pela frase de Carl Jung “Quem olha para fora sonha quem olha para dentro desperta. ” E fechando com mais uma tirinha de Armandinho eu te pergunto:

 

foto2Mas o Armandinho está indo atrás do sonho do dia ou sonho da noite? Exato, talvez seja tudo a mesma coisa! J

Essa é uma carta que envio mensalmente na casa para a rede de sonhadores do Dream’NGO. Para receber a carta basta acessar a plataforma e saber mais.
Gratidão,
Malhado.

foto3