Home / Sem categoria / Primeiro café da manhã do Dream’NGO – Inspirando Sonhos

Primeiro café da manhã do Dream’NGO – Inspirando Sonhos

Uma manhã de sonhos composta pela sinergia entre um local inspirador que ressignifica muito a nossa relação com o consumo, com o outro e com a economia; por pessoas dispostas a se entregarem aos seus anseios e por uma pitada de espontaneidade trazida por cartas de jogos e de crianças.

Dinâmicas

Entre birutas e amigos, a roda foi se formando com olhos curiosos e o sorriso já contaminado pela energia mais boa do Instituto Chão, uma associação sem fins lucrativos que vende produtos orgânicos direto do produtor e que foi responsável por uma atmosfera deliciosa e pelo alimento que foi presente para o nosso templo.

Primeiro, a apresentação com nome e check-in: qual a fruta que te representa hoje, e como ela está? A resistência e surpresa deu lugar a um pulo pra fora da caixinha. Assim estavam presentes várias frutas e plantas que lembravam a infância, que descreviam a sua personalidade e momento.

Capa Café da Manhã

Cartas do jogo DiXit foram distribuídas como instrumento de darmos uma chance à espontaneidade e à mensagens que o universo nos dá. Ao compartilharem o seu sonho, dentro do seu tempo, uma carta era desvirada para que fosse interpretada a partir daquilo que ela ressoava no coração de cada um. E a conexão que surgia com o momento, com a pessoa e com o seu sonho foi como uma luz guia para pausar a confusão que as vezes o pensamento nos proporciona e apenas sentir.

E no meio de sonhos compartilhados, surgem pessoas que ainda acham que não encontraram o seu, que encontram conforto e  relatam sua paz e\ou seu receio em relação à essa condição. Que também ressignificam o que é sonho, que percebem que o seu processo já é o próprio sonhar.

Para finalizar – ou recomeçar – uma recado em forma de palavra de criança que nos ajuda sempre a nos reconectar com o que há de mais genuíno no nosso ser. E em duas horas, frutas foram descascadas, ficaram mais doces, as plantas se enraizaram mais e cresceram mais forte e aquele gosto da jabuticaba da infância ganhou mais vida, e sonhos.

Sobre malhado

Leandro Malhado é formado em engenheira de computação pela USP, trabalhou em bancos e se encontrou quando morou por 10 meses na periferia de Calcutá. Atua na área de empreendedorismo social, financiamento coletivo, marketing digital e tecnologias para ONGs e projetos sociais. Se identifica com a filosofia de negócios sociais do Muhammad Yunus, com a abordagem Dragon Dreaming e também física quântica. É fundador do Dream'NGO, organização que tem como causa despertar o sonho coletivo das pessoas e do setor social. Em seu tempo livre coleta sonhos com seu livrinho que ganhou de um refugiado do Tibet em uma viagem pelo norte da Índia. Tudo isso é verdade, menos a parte que se encontrou.