Assumir a responsabilidade da sua vida é fator determinante na realização de sonhos.

Sempre que a sorte bateu em minha porta, me encontrou trabalhando” Pablo Picasso. É com essa frase que a Trutman começa o capítulo 9 do livro Manual para Jovens Sonhadores.

Eu realmente acredito nisso, aliás, se tem uma coisa que eu acredito muito é que nós somos responsáveis por tudo o que acontece em nossas vidas… Tudo.

Se eu nunca trabalhar pelos meus sonhos, eles nunca vão se realizar, independente do quanto eu queira ou acredite em algo maior.

Eu acredito em Deus e vou à missa todas as semanas. Mas acredito que Deus me dá forças e motivação. Acredito que Deus me dá inteligência e sabedoria na hora de tomar minhas decisões. Mas, se eu ficar assistindo Netflix o dia inteiro, não vou realizar meus sonhos, não importa o quanto eu acredite e peça a Deus.

Já vi casos onde uma pessoa doente não toma remédios acreditando que Deus vai curá-la. Na minha opinião a fé é bem vinda no processo de cura sim, mas precisamos tomar o remédio, e acreditar que de certa forma Deus (ou o que quer que seja que você acredite) ajudou o cientista que desenvolveu aquele remédio.

Como assumir a responsabilidade afeta a sua vida

assumir responsabilidadesAcho que esse processo de assumir a responsabilidade da sua vida é um processo um pouco doloroso. Quando a culpa é dos outros, é muito mais fácil. “A culpa é minha e eu coloco ela em quem quiser” é uma frase que a grande maioria considera como infantil. Muita gente não a diz, mas age dessa mesma forma se vitimizando e colocando a sua vida na mão de outra pessoa.

Só você é responsável pelos seus atos. Você é responsável pela sua vida, você é responsável pela energia que você emite e que atrai energias semelhantes.

Só reconhecemos no outro aquilo que temos em nós! E os outros sempre são espelhos de nós mesmos.

Então sabe aquela característica que você odeia naquela pessoa? Pense um pouquinho sobre o quanto dela também há em você!

Assumir a culpa para si, assumir a responsabilidade dos seus atos não é uma tarefa muito fácil, afinal, se tudo der certo, foi culpa minha. Mas se tudo der errado, também foi culpa minha.

E assumir que determinada coisa não deu certo por minha culpa, não é simples, mas quando assumimos o controle das nossas vidas, as chances de termos sucesso são muito maiores. Afinal, como não tem em quem colocar a culpa, o jeito é trabalhar.

E como já dizia Freud… “Qual a sua responsabilidade na desordem na qual você se queixa?”